6
out 2011
0
comentários

Times preferidos da torcida brasileira na TV e na internet.

Ibope divulgou nesta semana uma pesquisa sobre a preferência do brasileiro que acompanha esporte pela internet e televisão. O estudo do Ibope foi realizado nas 12 maiores regiões metropolitanas do País. No quesito torcida, a enquete apontou Flamengo e Corinthians empatados em número de torcedores entrev istados, com 13% da preferência. O Ibope só divulgou os três clubes que aparecem na sequência: São Paulo (8%), Palmeiras (6%) e Cruzeiro (4%).

As entrevistas para a pesquisa foram realizadas entre os meses de abril e julho. Foram ouvidas 9 mil pessoas acima de dez anos de idade. A abrangência, segundo o Ibope, representa 50 milhões de brasileiros. As regiões metropolitanas onde os pesquisadores estiveram foram São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Distrito Federal, Curitiba e Porto Alegre.

Tanto Corinthians quanto Flamengo dominaram as respostas nas respectivas cidades onde os clubes têm sede. Em São Paulo, por exemplo, 84% dos entrevistados eram corintianos. Em Porto Alegre, os torcedores do Internacional dominaram a enquete: 93%.

Fonte: Estadão

3
out 2011
1
comentários

As maiores torcidas do Brasil.

A maior torcida do Brasil é ado Flamengo.

A segunda maior é a do Corinthians.

Como podem ver, a torcida do Coritiba não aparece.

Nem a do Paraná Clube.

JJ

22
set 2011
21
comentários

Dívidas dos clubes brasileiros segue aumentando, de forma irresponsável.

As receitas dos clubes brasileiros chegaram a 1,88 bilhão de reais em 2010, contra 1,65 bilhão em 2009.

Mas o total de dívidas dos 25 maiores clubes  brasileiros, que foi  3,11 em 2009 bilhões de reais em 1008,  saltou para 3,61 bilhões em 2010, segundo análise dos balanços do clubes feito pela BDO RCS.

Muito em função do centenário e de melhores patrocínios, o Corinthians é o líder do ranking em receitas, seguido por Internacional e São Paulo.

Por outro lado, o Atlético Mineiro e os quatro “grandes” cariocas são os clubes mais endividados do Brasil. O Galo deve mais de 527 milhões de reais.

Só os cariocas, pela ordem, Botafogo, Vasco, Fluminense e Flamengo, devem cerca de 1,5 bilhão de reais, juntos (1,46 bi, para ser mais preciso).

Botafogo deve mais de 378 milhões.

Vasco deve mais de 373 milhões.

Fluminense deve mais de mais de 368 milhões.

E Flamengo deve mais de 342 milhões de reais.

Não fosse o jeitinho brasileiro, como empresas quase todos os 25 clubes estariam irremediavelmente falidos.

O único clube sem dívidas e com lucros, entre os 25 analisados, é o Atlético Paranaense.

É certo que clubes vivem de conquistas para as suas torcidas, mas dívidas deste porte são, mais do que uma irresponsabilidade, um crime.

Quem vai pagar esta conta?

Os ex-dirigentes que as contraíram?

Ou a torcida que vai acabar sem clube.

Provavelmente é para manter esta loucura que a maioria dos clubes quase nem tem sócios, com direito a voto.

Quantos sócios tem o Flamengo, o Corinthians, o Santos, o Botafogo, o Vasco, o Fluminense, o Atlético Mineiro?

Sem fiscalização e administração transparente, os clubes vão acabar falindo.

E não serão os pequenos que quebrarão primeiro.

.

JJ

RECEITAS DOS CLUBES

DESPESAS DO CLUBES

Vale comparar as receitas e despesas do seu clube do coração.

JJ

25
jul 2011
0
comentários

Corinthians assumirá dívida imensa, por sua arena.

O Corinthians deverá pagar cerca de R$ 340 milhões de juros para conseguir dinheiro junto ao BNDES. Para ter R$ 400 milhões emprestados, o clube poderá desembolsar R$ 740 milhões, em 12 anos. Os cálculos foram feitos pelo economista e professor José Dutra Sobrinho, a pedido do UOL Esporte, considerando taxas bancárias de 10% ao ano. Além disso, o clube receberá mais R$ 420 milhões em títulos municipais, garantidos pela Prefeitura de São Paulo.

Somando-se todas as despesas bancárias, os R$ 70 milhões para montagem e desmontagem dos assentos removíveis (prometidos pelo Governo Alckmin) e os prováveis R$ 30 milhões para desvio dos dutos da Petrobras, o custo final do Itaquerão deverá ultrapassar R$ 1.2 bilhão.

Em 12 anos, pela tabela SAC de amortização, usada pelo BNDES, o clube pagará cerca de R$ 340 milhões sobre o valor de R$ 400 milhões, emprestado junto ao banco estatal. Os números batem com os da planilha de um analista, que participa da escolha de um banco intermediário para fechar a operação e que conversou com UOL Esporte, na condição de anonimato:

Esperamos que o contrato de empréstimo seja fechado com juros e taxas de cerca de 10% ao ano”, previu o analista financeiro que participa das negociações. “Isso incluiria 7,09% pagos ao BNDES e o restante ao banco intermediário entre taxas e juros”, revelou a fonte .

O contrato a ser assinado com o BNDES estabelece ainda um período de carência equivalente ao tempo gasto na construção do estádio. “Não foi encaminhado pedido ao BNDES ainda, mas a carência deve ser de no máximo 36 meses, com pagamento de cerca de 50 milhões/ano. Haverá amortização a partir do quarto ano. Vamos usar a taxa de longo prazo do banco estatal”, revelou o analista de mercado.

CUSTO DO ITAQUERÃO
Fontes dos recursos Valores
BNDES R$ 400 milhões
Prefeitura de São Paulo R$ 420 milhões
Governo do Estado R$ 70 milhões
Corinthians (juros) R$ 340 milhões
Corinthians (dutos) R$ 30 milhões
Total estimado R$ 1,260 bilhão

FONTE : http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/22/divida-do-corinthians-com-bndes-deve-passar-dos-r-740-milhoes-em-12-anos.htm

Recebi do Eduado, nos comentários.


COMENTÁRIO

É um suicídio, para o clube, que terá as maiores dificuldades para saldar esta e as outras dívidas que acumula.

Uma falta de responsabilidade, de coerência, de respeito com a instituição.

Não se assustem, se o Corinthians falir ou tiver que entregar o estádio para o banco, num futuro não muito distante.


JJ

22
jul 2011
0
comentários

Circula na web.

13
jul 2011
2
comentários

A insanidade de uma contratação.


….

O Corinthians vai investir 20 a 25% da sua receita

gerada pelos direitos de transmissão pela TV

dos próximos quatro anos, para trazer Tévez.



Andrés Sanches

Presidente do Corinthians, nem se dando

conta da insanidade que é comprometer 20%

da receita do clube na TV num só jogador.

.

Um investimento de 90 milhões de reais!

.

E se ele se machucar?


.

JJ

….

Em tempo: ontem ele havia falado em 20% da

receita do clube, hoje mudou para receita da TV,

o que também é uma loucura.


….

3
jul 2011
0
comentários

O mais exibido pelas TVs.

O Corinthians foi o clube brasileiro que teve mais partidas transmitidas na TV — ao vivo ou em videoteipe — durante os estaduais deste ano. O dado está num estudo inédito da Informídia, especializada em pesquisas sobre exposição dos clubes na televisão. Até maio, os jogos do Corinthians foram exibidos 125 vezes na Globo, Band, SporTv e nos canais pay-per-view. Ficou à frente do Flamengo (110 transmissões), São Paulo (88), Palmeiras (85), Santos (72), Vasco (60) e Botafogo (54).

Fonte: Lauro Jardim, em Veja

29
jun 2011
4
comentários

Câmara aprova isenção de 420 milhões de reais, para o Corinthians.

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou a isenção de impostos para a construção do  estádio de Itaquera (em primeira instância), que será construído na zona leste da capital paulista pelo Corinthians para a Copa de 2014. Os votos na sessão sobre o projeto de lei 288/2011: 36 a favor da isenção, 12 contra e três pela abstenção. Com isso, o clube conseguirá economizar cerca de R$ 420 milhões, que alega aproveitar em investimentos na própria obra, orçada em aproximados R$ 800 milhões.

Fonte: Estadão.

SEM COMENTÁRIOS.

JJ

29
jun 2011
2
comentários

Corintihans fatura mais com TV e patrocínio.

O Corinthians faturou mais, no ano passado, com patrocínios e  direitos de imagem da TV do que com a venda de jogadores.

Em 2007, 71% do que o Corinthians faturou vieram da venda de jogadores, porcentagem que em reais representa R$ 71,4 milhões.

No ano passado, porém, esse setor movimentou R$ 35 milhões, menos do que os R$ 55 milhões provenientes da TV e os R$ 47,3 milhões de patrocínio, informa nota de Adnews, de ontem.

Tudo estaria perfeito, se todos os times conseguissem manter seus craques…mas, para isso, teriam gastar menos do que arrecadam. E esta não é a realidade de quase todos, inclusive do Corinthians.


JJ

27
jun 2011
0
comentários

Bom humor…corinthiano.

Do Kibeloco

24
jun 2011
0
comentários

Passaporte de corinthiano.

Se brasileiro é fanático por futebol, corintiano então, nem se fala. E foi exatamente aí que a Nike e a F/Nazca acertaram um tiro certeiro criando a República Popular do Corinthians. Em uma ação de grandes proporções, mais ou menos do tamanho da torcida em questão, eles deram início a emissão de passaportes da RPC. Para se ter ideia do resultado, foram vendidos mais de US$ 5 milhões em produtos, e até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tirou seu passaporte. Além de se tornar uma plataforma eterna de marketing para o clube e para a marca.

A campanha está disponível em http://www.youtube.com/watch?v=M7UhFRbqihs

Fonte: Blog de Cannes/Gazeta do Povo

22
jun 2011
0
comentários

Se Corinthians tiver incentivos fiscais, WTorre/Palmeiras também quer.

e o Corinthians está atrás de incentivos fiscais que ultrapassam a casa dos R$ 400 milhões para o futuro Fielzão, a WTorre alega ter o mesmo direito. A construtora assegura que também irá brigar pelo estímulo para diminuir os gastos na reforma da Arena Palestra Itália, a casa do Palmeiras, prevista para ser inaugurada em abril de 2013.

“Não é possível um ter direito e o outro não. Queremos ter apenas as mesmas oportunidades. Estamos atentos”, afirmou Rogério Dezembro, ex-diretor de marketing do Palmeiras e atual diretor de novos negócios da WTorre, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Nesta terça-feira, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, seguiu para o Palácio Anchieta, sede da Câmara Municipal de São Paulo, para percorrer gabinetes e pedir apoio à aprovação do projeto que libera os incentivos fiscais ao Fielzão. O dirigente justifica que o projeto irá trazer benefícios à zona leste da capital paulista.

Fonte: ESPN

“Você contar com incentivos é algo significante, tem um impacto grande. Não queremos mais do que ninguém, mas também não queremos menos. Queremos apenas igualdade nas decisões”, avisou Rogério Dezembro.

Segundo o representante da WTorre, a diminuição da carga tributária não ajudaria apenas a construtora, mas também proporcionaria benefício direto nos lucros do Palmeiras com o novo estádio.

18
jun 2011
0
comentários

Chantagem corinthiana


“Sem o dinheiro dos incentivos fiscais não tem como ter a abertura da Copa em São Paulo”.


Andrés Sanchez, presidente do Corirnthians, em

pronunciamento que parece a mais pura chantagem.

……


O pessoal do Morumbi deve estar gargalhando.



JJ

10
jun 2011
0
comentários

Kassab vai liberar R$420 milhões em incentivos fiscais para o Corinthians.

A Prefeitura de São Paulo vai conceder um pacote de R$ 420 milhões em incentivos fiscais para o Corinthians construir seu estádio em Itaquera, na zona leste de São Paulo. O clube vai receber “certificados de incentivo ao desenvolvimento” no valor de R$ 50 mil cada. É o que prevê projeto do prefeito Gilberto Kassab (sem partido) enviado hoje à Câmara Municipal e obtido pelo Estado. Esses certificados vão servir para o clube abater de impostos como o ISS e o IPTU. Kassab autorizou a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico a abrir crédito adicional de R$ 50 milhões para a emissão dos certificados. O valor do abono fiscal concedido ao Corinthians é o maior da história da Prefeitura.

O projeto começa a tramitar no Legislativo a partir de terça-feira, quando será lido em plenário. Como o prefeito conta com o apoio de 32 dos 55 vereadores, a proposta deve ser aprovada sem dificuldades até o final deste mês. O projeto precisa passar por duas votações com apoio mínimo de 28 parlamentares. O clube alvinegro não vai precisar pagar tributo algum na hora de adquirir terrenos vizinhos ao futuro estádio, por exemplo, segundo a proposta. A compra de equipamentos que serão usados na obra também não terão os 5% incididos sobre o valor total do produto.

Fonte: Estadão

COMENTÁRIO

Em São Paulo, pode. Em Curitiba, deus nos livre!!!!É imoral! E na Arena da Baixada são menos de R$100 milhões (o custo de estádio de Copa mais baixo do Brasil, simplesmente porque o Atlético Paranaense já fez sua parte, contruindo tudo que já está pronto, edificado).


JJ

25
mai 2011
0
comentários

Corinthians Juventus.

Corinthians lança camisa grená (bordô), que lembra o Juventus,

por 190 reais cada…

Você compraria?

JJ

Loja virtual divulga imagem da camisa 3 do Corinthians; clube não confirma

24
mai 2011
2
comentários

Os gols mais caros do Brasil são do Palmeiras e do Flamengo.

Cada gol do Palmeiras, no ano passado, custou R$4.3 milhões de reais, segundo estudo do jornal Brasil Econômico, que publiquei antes deste post (basta acessar o link para verificar).

Cada gol do Flamengo, das contratações milionárias, custou R$4,1 milhões de reais.

Para o São Paulo, cada gol gostou R$3,8 milhões e para o Inter R$3,7 milhões.

Cada gol do Corinthians custou R$3.1 milhões.

Cada gol do meu Atlético Paranaense custou R$957mil.

Mas a melhor relação gasto/gol foi do Figueirense: R$381mil.

Alguns clubes, como o Coritiba, não informaram seus números ao estudo do jornal.

O Atlético Paranaense tem o menor endividamento e o maior lucro, entre todos os clubes da elite do futebol brasileiro.

JJ

Com informações do Brasil Econômico.

21
mai 2011
0
comentários

Perdeu a chance de ficar quieto.

“Eu sempre soube que o Juvenal era prepotente, metido,

mas não sabia que ele era ‘cagueta’. Não sou eu que acho

que ele vazou, o Ataíde (Gil Guerreiro, diretor do Clube

dos 13) confirmou”, afirmou o presidente do Corinthians,

Andres Sanches, acusando o dirigente do São paulo de ter

vazado vídeo no qual o corinthiano diz que “a Rede Globo é

gangster” (como publiquei e exibi por aqui nesta semana),

em reunião do Clube dos 13.

Classe é classe.

O corinihiano perdeu uma imensa chance de ficar calado.

Mais uma.

JJ

19
mai 2011
0
comentários

Globo é gangster, afirmou presidente corinthiano…é, pois é.

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, foi flagrado em vídeo divulgado pelo Blog do Juca Kfouri, nesta quarta-feira, chamando a Rede Globo de ‘gangster’. As imagens foram gravadas durante reunião do Clube dos 13, dia 3 de maio.

A declaração chama a atenção pelo fato de Andrés ter sido um dos principias aliados da Rede Globo na divisão do C13 pelas negociações dos direitos de transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro. O Corinthians foi o primeiro time a deixar o C13, que se aproximava da Rede Record, para conversar com a Globo.

No vídeo, aliás, o presidente não esconde que é “amigo de Ricardo Teixeira – presidente da CBF – e da Globo”. Enquanto tenta explicar o por que de suas decisões recentes à frente do Corinthians, porém, o dirigente disse: “Sou amigo da Globo mesmo, apesar de ser gangster. Não tenho problema não. Eu vejo meu clube.”

Para quer quiser ver o vídeo: http://espn.estadao.com.br/corinthians/noticia/192470_ANDRES+SANCHEZ+CHAMA+REDE+GLOBO+DE+GANGSTER+EM+REUNIAO+DO+CLUBE+DOS+13

Fonte: ESPN e Estadão.

Sem comentário. Precisa?

JJ

19
mai 2011
0
comentários

Corinthians com sérias dificuldades para construir Itaquerão.


O Corinthians está com grandes dificuldades para construir o Itaquerão

(belo nome paraum estádio destinado a ser o de abertura

de uma Copa do Mundo, não acham?).


Ontem foi pedir uma ajuda ao Governo de São Paulo e recebeu um sonoro não.

O governo paulista afirma que não vai investir em obra privada, mas somente

em obras urbanas no entorno da arena dos corinthianos.

Sugeriu que o governo federal fosse procurado, pois, afinal, foi o então

presidente Lula quem incentivou a ideia do estádio do alvi-negro.

Sinceramente, eu não entendi, ainda, os motivos da exclusão do Morumbi.

E acredito que os paulistanos podem até ficar de fora da Copa…

não só da abertura do Mundial.


JJ

Imagem da fachada do projeto do estádio do Itaquerão

8
mai 2011
19
comentários

Corinthians é o que mais faturou, cariocas devem 1,4 bi e Atlético Paranaense é o único sem dívidas.

O ano de 2010 trouxe boas notícias para os clubes brasileiros na área financeira. Isso porque a grande maioria deles gerou uma receita maior do que no ano anterior. Por outro lado, todos eles – com exceção do Atlético Paranaense – adquiriram mais dívidas. Segundo levantamento feito pela empresa de auditoria BDO RCS, baseado no balanço divulgado pelos clubes, o Corinthians segue como o líder de faturamento, aumentando sua receita em 17% em um ano. Já na ponta dos endividados aparece o Atlético-MG, com déficit de mais de R$ 527 milhões.

Apesar de não ter conquistado um título no ano passado, o do seu centenário, o Corinthians gerou R$ 212,6 milhões em receitas, R$ 31,6 milhões a mais do que em 2009. O Internacional, campeão da Libertadores de 2010, manteve a segunda colocação, com uma receita total de R$ 200 milhões e um crescimento de 14% em relação ao ano anterior. São Paulo e Palmeiras vêm em seguida.

O Santos de Ganso e Neymar foi o que mais aumentou o seu rendimento de 2009 para 2010: 66%. A receita do Peixe passou de R$ 70 milhões para R$ 116 milhões, levando o clube da oitava para a sexta posição. Coritiba, que disputou a Série B em 2010, e Cruzeiro perderam receita.

ranking receita clubes brasileiros (Foto: Divulgação)

Entre os times do Rio,  o Flamengo que aparece em primeiro. Mas os cerca de R$ 128 milhões de receita o colocam apenas em quinto lugar no ranking nacional. O Rubro-Negro é também o que menos deve entre os cariocas, aparecendo na mesma quinta posição, com R$ 342,8 milhões de dívida, R$ 34,5 milhões a mais que em 2009. O maior devedor é o Atlético-MG, que acumula um saldo negativo de R$ 527 milhões. No entanto, a dívida do Galo aumentou apenas 6% em relação ao ano anterior. O Botafogo, com uma variação de 19%, passou do quarto para o incômodo segundo lugar.

Xará do Galo mineiro, o Atlético-PR aparece no outro extremo da tabela dos endividados. É o único clube do país, entre os que 25 analisados pela BDO RCS, que não possui dívidas. Se em 2009 os paranaenses apresentavam déficit de R$ 1,3 milhão, no ano passado conseguiram um saldo positivo de R$ 1,4 milhão. A receita do Furacão, porém, não foi muito alta. Em 2010, o clube arrecadou R$ 67,7 milhões, aparecendo na 12ª colocação do ranking.

ranking dívidas clubes brasileiros (Foto: Divulgação)

Os dois rankings, de receitas e dívidas, trazem uma observação quanto ao Palmeiras: o valor na tabela corresponde ao número divulgado pela administração de Luiz Gonzaga Beluzzo; e o valor em vermelho, ao número divulgado pela administração de Arnaldo Tirone, atual presidente.

Fonte: Globo Esporte

COMENTÁRIO

O que se vê é que, irresponsavelmente, quase todos os clubes gastam muito mais do que arrecadam e que ninguém, até hoje, foi responsabilizado ou punido por isso. É um crime, endividar uma associação, como fazem os dirigentes do futebol btrasileiro…e de outros países.

Só os 4 cariocas devem mais de 1,4 bilhão de reais, o que é um absurdo! Como vão pagar isso, se é que vão, se continuam gastando muito mais do que arrecadam? De que adianta ser líder em receitas, como o Corinthians, se o clube está mergulhado em dívidas? Adianta ser campeão, como o Flamengo ou o Fluminense, sem dinheiro no caixa, sem centro de treinamento decente e sem estádio próprio? Adianta disputar o campeonato mineiro, como uma dívida somada, por Cruzeiro e Atlético Mineiro, de mais de 686 milhões de reais (575 só do Galo)? E o Coritiba, que empolga a sua torcida com uma bela série invicta e deve 60 milhões de reais – o dobro da sua receita do ano passado?

Claro, vão me cutucar se eu destacar o Atlético Paranaense – único dos clubes sem dívidas e com lucro – mas que não é campeão há dois anos…mas foi quinto no Brasileirão passado, gastando muito, muito menos do que Santos, Internacional, Grêmio e Cruzeiro, por exemplo, que chegaram na Libertadores. Faltou só um pontinho…pelo péssimo início de campeonato.

Mas não cabe, aqui, discutir o desempenho dentro de campo, mas, sim, na administração profissional dos clubes, que estão todos falidos, com a exceção do meu Atlético. Fossem empresas privadas, teriam falido faz tempo – executadas por seus credores do governo, da iniciativa privada e ex-funcionários. Alguns, como o Paraná Clube, são aindas sustentados por dirigentes apaixonados, mas isso tem que acabar.

Futebol é business e como tal deve ser administrado.

Não é mais paixão de amadores, faz tempo.

Não pode mais ser só paixão.

Não mesmo.


JJ